DCPPO (Documento de Circulação Provisório de Porte Obrigatório)


O que é?

O DCPPO tem o objetivo de substituir o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo – documento de circulação), o documento de porte obrigatório do veículo. Tem validade durante o período de sua solicitação até o recebimento do documento original, limitado a 15 (quinze) dias, e somente no Estado do Rio Grande do Sul.

Observação: somente será emitido quando não existir impedimento para a emissão do CRLV e este já tiver sido solicitado.

Forma de Solicitação

  1. Compareça ao CRVA (Centro de Registro de Veículos Automotores) de sua escolha e apresente os documentos necessários;
  2. Efetue o pagamento da taxa de emolumento no próprio CRVA (Centro de Registro de Veículos Automotores);
  3. Retire o DCPPO no próprio CRVA (Centro de Registro de Veículos Automotores).

Documentos Necessários

  • Requerimento formal do proprietário do veículo, do arrendatário do mesmo ou do representante destes;
  • Documento de identificação do proprietário do veículo e cópia;
  • CPF (caso este não conste no documento de identificação) e cópia;
  • Comprovante de residência (conta de água, luz, gás, telefone ou contrato de locação ou recibo de entrega do IR) e cópia.

Prazo

A entrega do DCPPO é feita no momento da solicitação e ele tem validade enquanto não for recebido o CRLV (Certifcado de Registro e Licenciamento de Veículo), por um prazo máximo de 15 dias.

Quanto custa?

Taxa de emissão de DCPPO: R$9,70

Onde pagar?

No próprio CRVA (Centro de Registro de Veículos Automotores).

Onde Fazer?

Em qualquer CRVA (Centro de Registro de Veículos Automotores) do Rio Grande do Sul.


Este é um serviço: Departamento Estadual de Trânsito. Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões, entre em contato com o órgão.