Exame prático


O que é?

O exame prático de direção veicular é uma etapa exigida para determinados serviços de habilitação, tais como primeira habilitação, mudança de categoria, adição de categoria e após condenação judicial por delito de trânsito ou envolvimento em acidentes graves.

O exame prático será realizado de acordo com a categoria de habilitação pretendida pelo candidato:

  • ACC;
  • Categoria A;
  • Categoria B;
  • Categorias C, D e E.

Pré-Requisitos

Pagamento dos valores correspondentes e agendamento prévio no CFC.

Forma de Solicitação

  1. Após a conclusão das etapas anteriores, solicite o agendamento da prova prática no CFC;
  2. Verifique data, hora e local agendados e compareça para a sua realização com antecedência (atrasos não são tolerados);
  3. Antes da prova o Examinador de Trânsito do DetranRS fará a identificação do candidato e autorizará o início do exame.
  4. O resultado do exame prático é informado pelo examinador, ao final da prova.

Observação: O candidato tem a opção de consultar o resultado diretamente no site do DetranRS, em Habilitação/CNH > Resultado de prova prática, e de imprimir o seu certificado em Habilitação/CNH > Certificado de prova.

Documentos Necessários

  • Documento oficial de identificação válido;
  • Comprovante de agendamento de exame prático emitido pelo CFC.

DOCUMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO VÁLIDOS:

1. Carteira de Identidade Civil RG;
2. Carteiras expedidas pelos Comandos Militares, dentro do prazo de validade como Exército Brasileiro, Aeronáutica, Marinha;
3. Carteiras funcionais expedidas por órgãos públicos, dentro do prazo de validade;
4. Carteiras de órgãos de classe e fiscalizadores de exercício profissional, como ordens, conselhos, entidades(OAB, CRM, CRP, CRO, CREA, MEC, COREN, CRA, etc.), dentro do prazo de validade, quando houver;
5. Passaporte brasileiro, dentro do prazo de validade;
6. Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) modelo novo, com foto digitalizada;
7. Permissão para Dirigir, Permissão Internacional para Dirigir ou Carteira Nacional de Habilitação.
8. CNH digital - solicita-se que o aplicativo seja acessado pelo candidato em frente ao examinador de trânsito ou fiscal de prova, na hora exata da identificação. A CNH digital funciona mesmo sem conexão com a internet, bastando acessar o app e digitar a senha para a visualização do documento. A funcionalidade deve ser testada previamente, a fim de que não haja imprevistos na hora da identificação no momento do exame, para não prejudicar a realização do teste.
9. Carteira de Identidade de Estrangeiro dentro do prazo de validade (RNE - Registro Nacional de Estrangeiros/MRE (Ministério das Relações Estangeiras) ou protocolo SINCRE (Sistema Nacional de Cadastramento de Registro de Estrangeiros), este último desde que tenha validade igual ou superior ao prazo do RENACH (12 meses) e acompanhado de tela de consulta impressa do SINCRE e declaração da situação do estrangeiro expedida pela unidade da Polícia Federal da área de circunscrição do interessado.

Observações:
  • O documento deverá conter a fotografia do identificado e poderá ser recusado se o tempo de expedição e/ou mau estado de conservação impossibilitarem a identificação. Não pode conter rasuras nem sinais de adulteração, bem como não pode ser replastificado e nem conter abertura na plastificação.
  • Havendo alteração nos dados pessoais do identificado, tais como mudança no estado civil, reconhecimento de paternidade, data de nascimento, etc. o documento de identificação a ser apresentado já deverá conter a devida alteração.

Quanto custa?

A taxa para o exame prático é R$ 67,09. Há ainda a cobrança de aluguel de veículo pelo CFC, cujo valor varia conforme a categoria pretendida.O valor total a ser pago dependerá do serviço que o candidato pretende realizar.

Observação: Em caso de reprovação, a taxa do primeiro reteste tem valor reduzido para R$ 33,54, desde que o candidato pague e agende o exame em até 30 dias, a contar da data da primeira reprovação.

Onde pagar?

A GAD-E da taxa é paga através dos bancos conveniados: Banco do Brasil (somente para correntistas), Banrisul, Caixa Econômica Federal, Santander, Sicredi ou Bradesco. Valores referentes aluguéis de veículos são pagos diretamente no CFC.

Onde Fazer?

O processo de habilitação deve ser feito em um CFC (Centro de Formação de Condutores) do município de residência ou domicílio do candidato.


Este é um serviço: Departamento Estadual de Trânsito. Em caso de dúvidas, reclamações ou sugestões, entre em contato com o órgão.